Clínica Veterinária

Santa Teresinha

 

 Home page
Clínica
Galeria
Serviços
Contactos

             
 

Ambulância Analgesia Análises clínicas Anestesia Banhos e tosquias Cardiologia Cirurgia Dermatologia Dietética Doencas infecto-contag. Ecografia Endocrinologia Gastroenterologia Geriatria Internamento Identifi. Electrónica Medicina Interna Medicina Preventiva Nefrologia e Urologia‏ Neurologia Odontologia e estomatologia Oncologia Oftalmologia Radiologia Reprod. Obstetrícia

 
               
               
  Endocrinologia

As doenças hormonais são doenças frequentes nos animais de companhia originando sintomas tais como consumo de água excessivo, perda de peso, alterações de apetite, problemas de pele, alterações reprodutivas, neurológicas ou maior susceptibilidade a outras doenças nomeadamente infecções.
Nos cães a Diabetes Mellitus, o Hiperadrenocorticismo e o Hipotiroidismo são as doenças mais frequentes. As duas primeiras aparecem em animais mais velhos onde um dos sinais mais frequentes é um consumo de água superior a 100 ml/ Kg. Se o seu cão de 10 Kg beber mais de 1 litro de água por dia deve ser consultado. Embora possam existir inúmeras outras causas para este aumento do consumo de água, estas são das mais frequentes.

 
 

O Hipotiroidismo aparece tipicamente em cães adultos jovens (3 a 5 anos em média). Nesta doença os sinais são mais inespecíficos; Mas um aumento de peso e apetite, uma sonolência ou diminuição de actividade, problemas de pele e/ ou infecções recorrentes podem ser indicadores suspeitos.
Nos gatos, o Hipertiroidismo e a Diabetes Mellitus dominam como as endocrinopatias mais frequentes.
O Hipertiroidismo é uma doença de gatos com mais idade (Séniores), podendo manifestar-se por um aumento de actividade, produção de fezes (muitas vezes com odor mais intenso), perda de peso e alterações de comportamento, são dos sinais mais frequentes e devem ser motivo de consulta.

A Diabetes Mellitus tem maior incidência em machos castrados, adultos, muitas vezes com excesso de peso. Um dos sinais é o aumento do consumo de água mas poderá não ser tão perceptível como nos cães. O que acontece nestes gatos invariavelmente é a perda de peso mesmo mantendo o apetite.
Embora as endocrinopatias de uma forma geral não sejam urgências, se não forem diagnosticadas de uma forma precoce podem arrastar consigo complicações graves e muitas vezes irreversíveis.